Lula: "Se a Globo noticiasse meu processo com isenção, eu não teria sido condenado por mentiras"

O ex-presidente Lula ironizou o editorial em que o jornal O Globo rebate críticas de Jair Bolsonaro e diz fazer jornalismo com "isenção e imparcialidade". "Se a Globo tivesse noticiado meu processo com um décimo da isenção, profissionalismo e busca da verdade que ela acha que tem, eu não teria sido condenado por mentiras e a história do Brasil seria outra", afirmou

Lula e família Marinho, dona da Globo
Lula e família Marinho, dona da Globo (Foto: Felipe L. Gonçalves)

247 - Por meio de sua conta oficial no Twitter, o ex-presidente ironizou as afirmaçãoes feitas pela Rede Globo, da família Marinho, para se defender dos ataques de Jair Bolsonaro.

"Se a Globo tivesse noticiado meu processo com um décimo da isenção, profissionalismo e busca da verdade que ela acha que tem, eu não teria sido condenado por mentiras e a história do Brasil seria outra", afirmou Lula.

O jornal O Globo, comandado por João Roberto Marinho, publica editorial nesta terça-feira em que diz não ter mais ilusões em relação a Jair Bolsonaro, após o mesmo ter chamado seus jornalistas de patifes, canalhas e porcos. "É preciso repudiar tal atitude do presidente da forma mais veemente possível e denunciá-la como a de um homem que, hoje não se tem mais ilusões, não comunga dos valores democráticos mais básicos", aponta o texto (leia mais no Brasil 247).

O ex-presidente já disse em entrevista que pretende fazer um ato em frente ao predio da emissora. “Eu tenho que fazer um protesto, é uma coisa que eu queria fazer antes de ser preso, na porta da Rede Globo de Televisão... Preciso dizer umas boas para os Marinho e para o Ali Kamel. Tenho arquivado todas as horas que esses caras falaram mal de mim”, declarou.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247