Lula se diz 'irritado' com delações envolvendo sua família

Ex-presidente demonstrou irritação ao ser questionado por jornalistas sobre as denúncias envolvendo o empresário e amigo José Carlos Bumlai;  "Hoje é sábado, eu sou muçulmano e sábado eu não falo de política", disse Lula, confundindo-se com os judeus, que guardam o período do shabat, que vai do por do sol da sexta-feira até o início da noite de sábado; ex-presidente também afirmou estar "irritado" com a citação de seus familiares na Operação Lava Jato e que  agora tem que defender eles também, além do próprio PT

São Paulo 24/10/2015 Ex-Presidente Lula visita a Feira Nacional da Reforma Agrária no Parque da Água Branca. Foto Paulo Pinto
São Paulo 24/10/2015 Ex-Presidente Lula visita a Feira Nacional da Reforma Agrária no Parque da Água Branca. Foto Paulo Pinto (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva demonstrou irritação ao ser questionado por jornalistas sobre as denúncias envolvendo o empresário e amigo José Carlos Bumlai. "Hoje é sábado, eu sou muçulmano e sábado eu não falo de política", disse Lula, confundindo-se com os judeus, que guardam o período do shabat, que vai do por do sol da sexta-feira até o início da noite de sábado.

Lula disse, ainda, estar bastante "irritado" com o envolvimento do nome de familiares na Lava Jato e que, agora, além de defender o PT também tem que defender a sua família.

A irritação de Lula veio na esteira da divulgação do depoimento de delação premiada feita pelo lobista Fernando Soares, o Baiano, de que Lula teria se reunido com Bumlai e o presidente da Sete Brasil para discutir contratos de navios-sonda para a Petrobras.

Baiano também disse ter pago R$ 2 milhões a Bumlai que teria uttilizado o dinheiro para quitar a compra de um apartamento pertencente a uma nora de Lula. Lula e Bumlai negam as acusações.

Durante uma reunião realizada com membros da direção nacional do MST, durante uma feira realizada nesta sábado (24) em São Paulo, disse estar muito "irritado" com a citação de seus familiares na Operação Lava Jato.

O ex-presidente disse que antes tinha que ficar defendendo o PT e hoje precisa responder também a acusações envolvendo sua família.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247