Maia diz platitude e se nega a abrir impeachment após nova agressão de Bolsonaro a jornalista

Embora Jair Bolsonaro tenha quebrado o decoro e cometido novo crime de responsabilidade ao ameaçar “dar porrada” num jornalista do Globo, Rodrigo Maia sinalizou que, mais uma vez, vai prevaricar

Rodrigo Maia e Jair Bolsonaro
Rodrigo Maia e Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a ter uma reação moderada e trivial sobre mais um gesto grave de Jair Bolsonaro, que desta vez se configura em um novo crime de responsabilidade, e sequer mencionou a possibilidade de abrir a discussão para o impeachment.

“Espero que o presidente retome o tom mais moderado dos últimos 66 dias. A liberdade de imprensa é um valor inegociável na democracia”, comentou Maia, segundo nota do colunista Lauro Jardim, do Globo.

Na tarde deste domingo (23), quando questionado por que a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, havia recebido R$ 89 mil em depósitos de Fabrício Queiroz, Bolsonaro disse querer encher de porrada a boca do jornalista que fez a pergunta.

Trata-se do repórter Daniel Gullino, do Globo. Depois da agressão, internautas repetiram a mesma pergunta a Bolsonaro no Twitter, levando nomes como “Fabrício Queiroz”, “Michelle” e “R$ 89 mil” aos assuntos mais comentados nas redes sociais. A hashtag #respondejair também ficou nos trending topics.  

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247