“Mais Médicos” já impulsiona aprovação de Dilma, diz CNT

Segundo pesquisa CNT divulgada nesta terça-feira (10), o programa federal que levará médicos para as regiões mais pobres do país, aliado à redução dos preços dos alimentos e das tarifas de transporte público, bem como um certo otimismo dos entrevistados em relação à renda, são os principais ingredientes que fortaleceram a aprovação pessoal da presidente e do seu governo

www.brasil247.com - Segundo pesquisa CNT divulgada nesta terça-feira (10), o programa federal que levará médicos para as regiões mais pobres do país, aliado à redução dos preços dos alimentos e das tarifas de transporte público, bem como um certo otimismo dos entrevistados em relação à renda, são os principais ingredientes que fortaleceram a aprovação pessoal da presidente e do seu governo
Segundo pesquisa CNT divulgada nesta terça-feira (10), o programa federal que levará médicos para as regiões mais pobres do país, aliado à redução dos preços dos alimentos e das tarifas de transporte público, bem como um certo otimismo dos entrevistados em relação à renda, são os principais ingredientes que fortaleceram a aprovação pessoal da presidente e do seu governo (Foto: Valter Lima)


247 - A avaliação do governo e a aprovação pessoal da presidente Dilma Rousseff (PT) melhoraram em setembro, beneficiadas principalmente pelo programa federal “Mais Médicos”, que traz médicos estrangeiros ao país, para atuarem, principalmente, em regiões periféricas do Brasil. A queda dos preços de alimentos e transportes também foi importante. É o que informa a pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira (10).

Para o presidente da CNT, senador Clésio Andrade (PMDB-MG), além da redução de preços de alimentos e das tarifas de transporte público e do programa Mais Médicos, um "otimismo" dos entrevistados com relação à renda também ajudou na melhora da popularidade de Dilma.

"Os três fatores são predominantes para a recuperação tanto da avaliação do governo, quanto da avaliação pessoal, quanto da intenção de voto", disse. A sondagem deste mês aponta que 73,9 % dos entrevistados aprova a contratação de médicos estrangeiros. Na pesquisa de julho, o percentual de aprovação era de 49,7%.

Apesar da queda nos preços ter estimulado uma recuperação da popularidade da presidente, na opinião de Andrade, a pesquisa mostrou pessimismo dos entrevistados com relação ao controle da inflação. Apenas 15% dos entrevistados acreditam que a inflação está controlada, enquanto 75,9 % responderam não acreditar que ela está sob controle.

Leia mais sobre a pesquisa aqui.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email