Mais um vice-líder do PSL perde cargo por apoiar Bolsonaro: 'Encaro como castigo'

O deputado federal Luiz Lima (PSL-RJ) disse que foi "pego de surpresa" e que não recebeu nenhuma informação prévia de sua saída. "Encaro como castigo", dispara

247 - O deputado federal Luiz Lima (PSL-RJ) soube hoje que foi retirado do cargo de vice-líder do PSL na Câmara  noite de sexta (18). Ele é o sexto deputado apoiador de Bolsonaro que foi destituído de vicê-lideranças das legendas na Casa pelo grupo que apoia o presidente da sigla, Luciano Bivar. A informação é do jornal O Globo.

O parlamentar disse que foi "pego de surpresa" e que não recebeu nenhuma informação prévia de sua saída.

"Minha equipe viu a informação no site da Câmara e me avisou. Eu encaro isso como um castigo. E justo comigo, que sou tão conciliador. O partido tem que avaliar seus parlamentares pelo que eles produzem, e não porque preferem 'x' ou 'y'", disse.

Lima vinha tentando estabelecer um diálogo entre o presidente e o líder do PSL na Câmara, delegado Waldir (PSL-GO), que também apoia Bivar, sem sucesso. 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247