Maranhão aceita pedido de impeachment de Temer

Presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA) disse nesta terça-feira 5, ao responder a uma questão de ordem do deputado Glauber Braga (Psol-RJ), que a comissão especial do impeachment do vice Michel Temer só não foi instalada porque ele não recebeu ainda as indicações dos representantes por parte dos líderes partidários; "A presidência desta Casa já assinou ato de criação (da comissão). Não se trata de inércia desta presidência. Faltam as indicações dos líderes partidários", disse

Presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA) disse nesta terça-feira 5, ao responder a uma questão de ordem do deputado Glauber Braga (Psol-RJ), que a comissão especial do impeachment do vice Michel Temer só não foi instalada porque ele não recebeu ainda as indicações dos representantes por parte dos líderes partidários; "A presidência desta Casa já assinou ato de criação (da comissão). Não se trata de inércia desta presidência. Faltam as indicações dos líderes partidários", disse
Presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA) disse nesta terça-feira 5, ao responder a uma questão de ordem do deputado Glauber Braga (Psol-RJ), que a comissão especial do impeachment do vice Michel Temer só não foi instalada porque ele não recebeu ainda as indicações dos representantes por parte dos líderes partidários; "A presidência desta Casa já assinou ato de criação (da comissão). Não se trata de inércia desta presidência. Faltam as indicações dos líderes partidários", disse (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), acatou nesta terça-feira 5 um pedido de impeachment do vice-presidente, Michel Temer, apresentado à Casa.

Em resposta a uma questão de ordem do deputado Glauber Braga (Psol-RJ), Maranhão disse que a comissão especial do impeachment de Temer só não foi instalada porque ele não recebeu as indicações dos representantes por parte dos líderes partidários.

"A presidência desta Casa já assinou ato de criação (da comissão). Não se trata de inércia desta presidência. Faltam as indicações dos líderes partidários", afirmou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247