Marina: denúncia contra Temer é sólida

A ex-senadora Marina Silva (Rede) saiu da toca e criticou Michel Temer, que chegou ao poder com seu apoio; Marina disse que o trabalho da Operação Lava Jato serviu de suporte para duas denúncias "muito bem fundamentadas" contra Temer (PMDB) e que não seria republicano por parte dos congressistas tomar uma decisão política que o absolva

Marina Silva e Michel Temer
Marina Silva e Michel Temer (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após um longo silêncio, Marina Silva, que apoiou o golpe que destituiu Dilma Rousseff, criticou abertamente Michel Temer.

A porta-voz nacional da Rede Sustentabilidade disse que o trabalho da Operação Lava Jato serviu de suporte para duas denúncias "muito bem fundamentadas" contra Michel Temer (PMDB) e que não seria republicano por parte dos congressistas tomar uma decisão política que o absolva.

O prosseguimento da primeira denúncia foi rejeitado em agosto pelos deputados. A segunda está tramitando na Casa, ao mesmo tempo que Temer se articula para também barrá-la.

Marina disse ainda que a instabilidade política fomenta o avanço de pautas conservadoras no Congresso. Segundo ela, governos fracos transformam as agendas estratégicas de direitos humanos, direito ambiental e defesa dos povos indígenas em moeda de troca. 

As informações são de reportagem de Bruno Mirra na Folha de S.Paulo.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247