MBL avança em projeto para criar seu partido

A assessoria técnica do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deu sinal verde à consulta do Movimento Brasil Livre, que apoiou o golpe contra Dilma Rousseff, sobre a validade de assinaturas eletrônicas na criação de um partido (são necessárias 500 mil); de acordo com as projeções, o partido do MBL poderá disputar as eleições de 2022

MBL avança em projeto para criar seu partido
MBL avança em projeto para criar seu partido
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A assessoria técnica do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deu sinal verde à consulta do Movimento Brasil Livre, que apoiou o golpe contra Dilma Rousseff, sobre a validade de assinaturas eletrônicas na criação de um partido (são necessárias 500 mil). De acordo com as projeções, o partido do MBL poderá disputar as eleições de 2022. A informação é da Coluna do Estadão

Na próxima semana, membros do grupo devem se encontrar com o relator do caso no TSE, ministro Og Fernandes, para agilizar a decisão. A expectativa é de que o voto dele sobre o partido do movimento saia em um mês.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247