Ministério Público vai fatiar acusação contra Lula

Ex-presidente é alvo de investigações que apuram seu suposto envolvimento no esquema de desvios de recursos na Petrobras; uma das hipóteses investigativas é que Lula "tinha ciência do esquema criminoso engendrado em desfavor da Petrobras, e também de que recebeu, direta e indiretamente, vantagens indevidas decorrentes dessa estrutura delituosa", sustenta o MPF; Lula é alvo de ao menos 10 procedimentos requeridos pelo MPF e pela Polícia Federal (PF) em Curitiba; ex-presidente nega as acusações

Ex-presidente é alvo de investigações que apuram seu suposto envolvimento no esquema de desvios de recursos na Petrobras; uma das hipóteses investigativas é que Lula "tinha ciência do esquema criminoso engendrado em desfavor da Petrobras, e também de que recebeu, direta e indiretamente, vantagens indevidas decorrentes dessa estrutura delituosa", sustenta o MPF; Lula é alvo de ao menos 10 procedimentos requeridos pelo MPF e pela Polícia Federal (PF) em Curitiba; ex-presidente nega as acusações
Ex-presidente é alvo de investigações que apuram seu suposto envolvimento no esquema de desvios de recursos na Petrobras; uma das hipóteses investigativas é que Lula "tinha ciência do esquema criminoso engendrado em desfavor da Petrobras, e também de que recebeu, direta e indiretamente, vantagens indevidas decorrentes dessa estrutura delituosa", sustenta o MPF; Lula é alvo de ao menos 10 procedimentos requeridos pelo MPF e pela Polícia Federal (PF) em Curitiba; ex-presidente nega as acusações (Foto: Roberta Namour)

247 - A força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) em Curitiba pretende fatiar a acusação que será feita contra o ex-presidente Lula em duas ou três denúncias criminais, segundo reportagem de André Guilherme Vieira. O objetivo seria adiantar o processo.

O ex-presidente é alvo de investigações que apuram seu suposto envolvimento no esquema de desvios de recursos na Petrobras. Uma das hipóteses investigativas é que Lula "tinha ciência do esquema criminoso engendrado em desfavor da Petrobras, e também de que recebeu, direta e indiretamente, vantagens indevidas decorrentes dessa estrutura delituosa", sustenta o MPF.

Lula é alvo de ao menos 10 procedimentos requeridos pelo MPF e pela Polícia Federal (PF) em Curitiba. Ele é apontado como beneficiário de um tríplex no Guarujá (SP), incorporado pela OAS, e de um sitio de Atibaia, segundo a investigação. A legislação penal permite que o réu indique até oito testemunhas por cada fato delituoso que lhe é atribuído na denúncia.

Em nota, a assessoria do Instituto Lula afirma que "o ex-presidente reafirma não ser o proprietário de nenhum dos dois imóveis", e que "todos os bens de Lula estão registrados regularmente em seu imposto de renda" - leia aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247