Ministro da Justiça parabenizou juízes por condenação de Lula

Ministro da Justiça de Michel Temer, denunciado por corrupção e formação de quadrilha, Torquarto Jardim revelou que ligou para o presidente do TRF-4, Carlos Thompson Flores, para cumprimentá-lo pela atuação “brilhante” dos três desembargadores “ no julgamento que condenou o ex-presidente Lula na Corte; apesar da falta de provas e do nítido favorecimento à acusação; Torquato elogiou o trio de Porto Alegre: "Temos que reconhecer que eles dominaram completamente o processo, sabiam exatamente o que estavam falando”; o ministro, porém, pediu cautela antes de um eventual pedido de prisão do petista, líder absoluto em todas as pesquisas de intenção de voto 

Ministro da Justiça parabenizou juízes por condenação de Lula
Ministro da Justiça parabenizou juízes por condenação de Lula

247 - Torquato Jardim, ministro da Justiça, não disfarçou a satisfação com o resultado do julgamento do ex-presidente Lula, condenado sem provas no TRF-4.

O ministro disse que, após o julgamento da 8.ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, telefonou para o presidente do TRF-4, Carlos Thompson Flores, para cumprimentá-lo pela atuação “brilhante” dos três desembargadores. “

Independentemente de concordar ou não com a decisão, temos que reconhecer que eles dominaram completamente o processo, sabiam exatamente o que estavam falando”, disse.

Torquato Jardim expôs ainda a preocupação com as consequências de um eventual pedido de prisão do ex-presidente Lula, líder absoluto em todos os cenários de intenção de voto em 2018. Torquato disse que é preciso ter “muita prudência”, uma vez que  o Supremo Tribunal Federal (STF) pode rever a possibilidade de execução da pena após condenação em segunda instância.

“Seja qual for o brasileiro envolvido nesta questão é preciso muita prudência, porque o STF pode mudar de opinião, pode inverter o 6 a 5. Acho que devemos esperar a decisão final do STF antes de implementar. Estamos falando de liberdade e um dia perdido de liberdade é um dia irrecuperável”, afirmou o ministro, em entrevista a Carla Araújo no Estado de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247