Ministro Herman Benjamin distribui novo relatório sobre cassação de Temer

Complemento ao relatório anterior, entregue pelo ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a colegas, inclui informações dos depoimentos do casal João Santana e Mônica Moura, que fizeram o marketing da campanha de Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014; versão final da peça tem cerca de 1,2 mil páginas (153 páginas de complemento na nova versão)

Rio de Janeiro - O Ministro do Superior Tribunal de Justiça Herman Benjamin durante o 1º Congresso Mundial de Direito Ambiental, no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Rio de Janeiro - O Ministro do Superior Tribunal de Justiça Herman Benjamin durante o 1º Congresso Mundial de Direito Ambiental, no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) (Fernando Frazão/Agência Brasil) (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro do Tribunal Superior Eleitoral Herman Benjamin, relator da processo sobre a chapa Dilma-Temer na eleição presidencial de 2014, entregou aos demais ministros do TSE o complemento do seu relatório final do processo.

O documento tem 153 páginas e acrescenta informações referentes aos depoimentos tomados desde o início de abril, quando o TSE decidiu ouvir novas testemunhas do processo. A primeira versão já tinha 1.086 páginas.

As defesas das partes envolvidas na ação já apresentaram suas alegações finais.

Com essa etapa cumprida, o Ministério Público Eleitoral foi notificado para apresentar, num prazo de 48 horas, as suas alegações finais. Após esse ato, caberá ao relator do processo pedir ao presidente do TSE, Gilmar Mendes, para marcar reiniciar o julgamento.

(Reportagem de Ricardo Brito)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email