Moreira Franco defende aceleração do impeachment

Para o Secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo interino de Michel Temer, o processo de afastamento da presidente eleita Dilma Rousseff "se alonga além do necessário", resultando em insegurança e instabilidade; "É um fator que causa insegurança e instabilidade conviver com dois presidentes", afirmou

Brasília - O ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, durante coletiva após reunião sobre os estudos de concessão dos aeroportos do Galeão e Confins
Brasília - O ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, durante coletiva após reunião sobre os estudos de concessão dos aeroportos do Galeão e Confins (Foto: Paulo Emílio)

247 - O secretário-executivo do programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo do presidente interino Michel Temer, Moreira Franco, defendeu a aceleração do processo de impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff. Segundo ele, o processo de afastamento "se alonga além do necessário" o que resulta em "insegurança e instabilidade".

"É um fator que causa insegurança e instabilidade conviver com dois presidentes", disse o secretário-executivo durante a sua participação em um seminário realizado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro. Segundo ele, será muito difícil que o Brasil volte a vivenciar uma crise institucional e política como a atual.

Como exemplo, ele ressaltou que atualmente o País possui uma presidente da República afastada, assim como o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247