Mourão diz que ministros do STF não devem levar ameaças às suas vidas "ao pé da letra"

"Acho que os ministros deveriam entender isso e não levar tão ao pé da letra o que as pessoas falam, até porque hoje todo mundo fala o que quer", disse o vice-presidente, general Hamilton Mourão

Faltou bom senso, diz Mourão sobre decisão do STF que censurou sites
Faltou bom senso, diz Mourão sobre decisão do STF que censurou sites (Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-presidente, general Hamilton Mourão, afirmou que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) não devem levar as críticas e ameaças contra eles ao “pé da letra”. "Crítica em rede social, eu sofro aos milhões. Acho que os ministros deveriam entender isso e não levar tão ao pé da letra o que as pessoas falam, até porque hoje todo mundo fala o que quer", disse Mourão em entrevista ao blog do jornalista Guilherme Amado, da revista Época.

Ainda segundo ele, os ministros do STF não se sentem acuados em função das ameaças – que resultaram na abertura de um inquérito para apurar as ameaças contra os integrantes da Corte - e que existem “ações em que o Judiciário não precisava se intrometer". 

A referência diz respeito a decisão do ministro da Corte Alexandre de Moraes que impediu a nomeação de Alexandre Ramagem para a direção-geral da Polícia Federal.  

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247