Múcio acredita em relação pacífica com Forças Armadas após demissão de Júlio César Arruda

Demitido no último sábado, general Júlio César de Arruda proibiu que a Polícia Militar do Distrito Federal desmobilizasse o acampamento montado junto ao quartel general de Brasília

www.brasil247.com - José Múcio e Lula
José Múcio e Lula (Foto: Ricardo Stuckert)


247 - O ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, disse nesta segunda-feira (23), após encontro com o novo comandante do Exército, general Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, que a relação entre o governo Lula e as Forças Armadas foi pacificada.

A fala acontece após o presidente Lula (PT) determinar, no último sábado (21), a troca do comando após desconfianças com relação ao general Júlio César de Arruda, que foi nomeado no final de dezembro. Arruda proibiu que a Polícia Militar do Distrito Federal desmobilizasse o acampamento montado junto ao quartel general de Brasília.  As infomações são do site GZH

Outros fatores influenciaram a decisão do presidente. Arruda também foi questionado sobre a sua insubordinação por se recusar a dispensar o tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid, conhecido como Coronel Cid e considerado braço direito de Jair Bolsonaro (PL).  Ao contrário disso, Arruda nomeou Cid para chefiar o 1º Batalhão de Ações de Comando do Exército em Goiânia. Segundo a GloboNews, Múcio afirmou que Cid não assumirá o cargo enquanto estiver em andamento o inquérito que apura a divulgação de dados sigilosos de uma investigação sobre um suposto ataque hacker ao sistema do TSE.

“Houve a questão dos acampamentos, do dia 8, houve uma quebra da confiança, de maneira que fica muito difícil trabalhar quando as pessoas ficam sob suspeita. Mas está tudo em paz, tudo calmo. Foi um final de semana de muito trabalho, mas acho que agora as coisas estão arrumadas” disse Múcio.

O novo comandante do Exército deve se deve se reunir nesta terça-feira (24) com o Alto Comando da corporação. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247