“Não existe isso de intervenção militar”, diz um dos oito generais com cargo de ministro no governo

Questionado sobre postagens nas redes sociais que defendem uma intervenção militar nas manifestações marcadas para 15 de março, o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, afirmou que esta possbilidade está descartada. “Não, não existe isso. Não, não existe isso não”, disse

General Fernando Azevedo e Silva
General Fernando Azevedo e Silva (Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, um dos oito generais com cargo no primeiro escalão no governo de Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ), afirmou nesta quinta-feira (27) que “não existe isso” de intervenção militar.

“Não, não existe isso. Não, não existe isso não”, declarou.

O ministro deu a declaração ao ser questionado sobre postagens nas redes sociais que defendem a pauta da intervenção militar nas manifestações marcadas para 15 de março.

O Brasil de Bolsonaro já tem, proporcionalmente, mais militares como ministros do que a vizinha Venezuela. Atualmente, os militares controlam oito dos 22 ministérios do governo de Jair Bolsonaro (36,36%).

Leia a íntegra na Fórum

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247