"Não há paz sem justiça, por isso o povo de fé exige Lula livre", destaca comitê inter-religioso

Comitê inter-religioso Lula Livre reúne pessoas de caminhos de espiritualidade diversos, afirma em nota que a liberdade do ex-presidente deve ser defendida por todo "povo de fé". "Lula livre porque sua liberdade poderá representar a possiblidade do Brasil interromper um processo político que condena quem luta por justiça, direitos e igualdade", enfatiza

247 - Em nota divulgada à imprensa, o Comitê Inter-religioso Lula Livre, que reúne pessoas de diversas religiões, classificou como injusta a prisão do ex-presidente e reforçou que a liberdade de Lula deve ser defendida por todo o "povo de fé" que deve lutar para "contribuir para o fim da cultura punitivista e de linchamentos públicos: queremos um país em que a justiça seja realmente feita com justiça!"

"Acreditamos que, para além dos limites institucionais das religiões, estamos unidas e unidos em nosso desejo de realizar uma jornada pelo universo em promoção da paz e da igualdade na diversidade, caminhada que nos mantém também irmanados/as àqueles/as que se anunciam pessoas ateias e agnósticas. Além disso, preservamos a justiça como um dos maiores princípios comuns que se tem no centro das nossas tradições de fé. Estamos muito perto do coração de todas e todos que sofrem injustiças no mundo e hoje, especialmente, estamos com Lula", destaca um trecho da nota.

Confira a íntegra:

"Nós, religiosas e religiosos, unidos/as pelo que há de mais sagrado em cada uma das nossas tradições de fé, reivindicamos a imediata liberdade do preso político, ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva.

Somos, no comitê inter-religioso Lula Livre, pessoas de caminhos de espiritualidade diversos, quase incontáveis. Acreditamos que, para além dos limites institucionais das religiões, estamos unidas e unidos em nosso desejo de realizar uma jornada pelo universo em promoção da paz e da igualdade na diversidade, caminhada que nos mantém também irmanados/as àqueles/as que se anunciam pessoas ateias e agnósticas. Além disso, preservamos a justiça como um dos maiores princípios comuns que se tem no centro das nossas tradições de fé. Estamos muito perto do coração de todas e todos que sofrem injustiças no mundo e hoje, especialmente, estamos com Lula.

No marco dos 500 dias de sua prisão política, nos unimos em nossa fé para exigir que esta seja imediatamente revogada com base nas inúmeras denúncias que apontam para as suas irregularidades, entre elas: violações da Constituição, do Código da Magistratura e da Lei Penal. Além disso, a isenção e a imparcialidade daqueles que julgam, princípios de justiça fundamentais, não foram respeitados.

Assim, da mesma forma que determinamos sua revogação, denunciamos as prisões políticas que têm ocorrido em nosso país desde o golpe de 2016. Compreendemos que a prisão de Lula, o feminicídio político de Marielle Franco, a prisão de Preta Ferreira e de lideranças de movimentos populares repetem uma aliança antiga de nosso País, entre a elite econômica e política e os aparelhos de repressão do Estado – a Casa Grande nunca suportou o fim das senzalas!

É por isso que juntas e juntos, exigimos:

Lula livre porque, sendo ele o primeiro presidente brasileiro vindo das camadas populares, sua prisão representa também a tentativa de calar o povo brasileiro.

Lula livre porque, tanto o presidente Lula como qualquer cidadã/o brasileira/o, só podem ser condenados/as, privados/as da liberdade e obrigados a reparar o dano causado, se a materialidade do delito estiver devidamente comprovada, a defesa amplamente assegurada e garantidas todas as regras do devido processo, o que não vem acontecendo.

Lula livre porque Lula é inocente até que se prove o contrário.

Lula livre porque as denúncias do The Intercept Brasil mostram em detalhes que as provas que levaram Lula à prisão foram construídas por quem deveria ser imparcial.

Lula Livre porque a sociedade brasileira ainda aguarda respostas em relação a essas mesmas denúncias do The Intercept.

Lula livre porque seu processo é uma farsa jurídico-midiática, que teve por finalidade banir Lula da disputa política, permitindo que o sequestro do Estado brasileiro por um grupo de homens “antiBrasil”, que representam um projeto contrário à soberania nacional, de venda de nosso patrimônio público e de nossas riquezas naturais, é um projeto autoritário, misógino, LGBTfóbico, racista e obscurantista, que nega o acesso à educação e à ciência.

Lula livre porque sua prisão representa a ruptura do Estado Democrático de Direito.

Lula livre porque sua liberdade poderá representar a possiblidade do Brasil interromper um processo político que condena quem luta por justiça, direitos e igualdade.

Lula livre porque, como povo de fé, precisamos contribuir para o fim da cultura punitivista e de linchamentos públicos: queremos um país em que a justiça seja realmente feita com justiça!

Lula livre porque cremos no amor que lança fora todo medo.

Se você, pessoa de fé, se indigna com a prisão de Lula e quer se somar a nós nessa luta por justiça, escreva para [email protected]

Comitê inter-religioso Lula Livre"

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247