Noblat: Temer devolve aos militares poderes que Dilma retirou

Segundo o colunista Ricardo Noblat, está previsto para hoje o anúncio de que o presidente interino Michel Temer devolverá aos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica as atribuições que lhes foram retiradas pela presidente Dilma Rousseff com o Decreto 8.515 de três de setembro do ano passado, que trata da direção e gestão de cada uma das forças armadas

Segundo o colunista Ricardo Noblat, está previsto para hoje o anúncio de que o presidente interino Michel Temer devolverá aos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica as atribuições que lhes foram retiradas pela presidente Dilma Rousseff com o Decreto 8.515 de três de setembro do ano passado, que trata da direção e gestão de cada uma das forças armadas
Segundo o colunista Ricardo Noblat, está previsto para hoje o anúncio de que o presidente interino Michel Temer devolverá aos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica as atribuições que lhes foram retiradas pela presidente Dilma Rousseff com o Decreto 8.515 de três de setembro do ano passado, que trata da direção e gestão de cada uma das forças armadas (Foto: Roberta Namour)

247 - O presidente interino Michel Temer deve anunciar hoje a devolução aos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica as atribuições que lhes foram retiradas pela presidente Dilma Rousseff com o Decreto 8.515 de três de setembro do ano passado, que trata da direção e gestão de cada uma das forças armadas, segundo o colunista Ricardo Noblat.

Ao Ministro da Defesa, Dilma delegou, entre outros poderes, o de transferir para a reserva remunerada oficiais superiores, intermediários e subalternos, reformar oficiais da ativa e da reserva, promover oficiais a postos superiores e até nomear capelães militares.

Em retificação, o governo Dilma determinou que o Ministro da Defesa poderia subdelegar aos comandantes militares os poderes que ela havia lhe conferido (leia aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247