Escândalo da 'Vaza Jato' compromete todo o golpe, afirma Rui Costa Pimenta

O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, diz que os vazamentos de conversas envolvendo Moro e Lava Jato comprometem desde a prisão de Lual às eleições de 2018; “A eleição foi manipulada por um juiz e um sistema Judiciário na cara de todo mundo”, ressalta à TV 247; assista

247 - O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, falou à TV 247 sobre a greve geral do dia 14 e sobre o vazamento de conversas entre o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e procuradores da Lava Jato. Ele também avaliou a tese de que as informações teriam sido extraídas por meio de hackeamento dos aparelhos dos envolvidos. 

Rui disse que o caso Lava Jato compromete o golpe de Estado, que tirou a presidenta Dilma do poder em 2016, a prisão do ex-presidente Lula e a eleição de 2018. “O caso da Lava Jato compromete o golpe de Estado porque a Lava Jato é parte do golpe, compromete todo o processo do Lula e compromete as eleições. Se a esquerda não se mexer, é cúmplice. Todo mundo sabe disso, não é nenhuma novidade”. 

Para o presidente do PCO, a questão central não é se houve hackeamento ou não, é a manipulação de um cenário político por um juiz e um sistema do Judiciário. “A tese do hacker é um problema técnico-judicial, aqui nós temos uma revelação que envolve todo o funcionamento político do país, não é um problema técnico-judicial, é um problema político, quer dizer, todo mundo está vendo que o país inteiro foi vítima de uma conspiração, uma enorme farsa e uma fraude eleitoral sem precedentes na história do Brasil. A eleição foi manipulada por um juiz e um sistema Judiciário na cara de todo mundo”. 

Sobre a greve geral do dia 14, Rui Costa Pimenta a avaliou que as manifestações tiveram maior dimensão em relação à greve do dia 15 de maio. “Tivemos uma greve grande, não é muito aparente porque o Brasil é um país muito grande, é difícil dimensionar a greve. Pelo que pudemos observar, nós tivemos paralisação de transportes em um número muito grande de capitais. No dia 15 de maio nós tivemos 200 manifestações no país inteiro, na greve geral do dia 14 nós tivemos quase 400 cidades com manifestações”. 

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247