Odiado pelo Brasil, Temer reforça segurança de Michelzinho

Rejeitado pela quase totalidade da população brasileira após as revelações do empresário Joesley Batista, dono da JBS, de que cometeu corrupção, organização criminosa e obstrução judicial, Michel Temer pediu reforça à segurança de toda a família, em especial do filho Michelzinho

Rejeitado pela quase totalidade da população brasileira após as revelações do empresário Joesley Batista, dono da JBS, de que cometeu corrupção, organização criminosa e obstrução judicial, Michel Temer pediu reforça à segurança de toda a família, em especial do filho Michelzinho
Rejeitado pela quase totalidade da população brasileira após as revelações do empresário Joesley Batista, dono da JBS, de que cometeu corrupção, organização criminosa e obstrução judicial, Michel Temer pediu reforça à segurança de toda a família, em especial do filho Michelzinho (Foto: Aquiles Lins)

247 - Na iminência de deixar a presidência da República, seja por cassação do mandato ou por impeachment, já que prometeu não renunciar, Michel Temer demonstrou preocupação com a segurança da família. 

Rejeitado pela quase totalidade da população brasileira após as revelações do empresário Joesley Batista, dono da JBS, de que cometeu corrupção, organização criminosa e obstrução judicial, Michel Temer pediu reforça à segurança de toda a família, em especial do filho Michelzinho.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247