Onyx deu demonstração de submissão a Bolsonaro, avaliam membros do DEM

Membros do DEM se disseram perplexos ao ver Onyx Lorenzoni fazer elogios a Jair Bolsonaro menos de dois meses após o que, segundo eles, foi uma humilhação do ministro, quando foi retirado da Casa Civil

Jair Bolsonaro conversa com ministro Onyx Lorenzoni
Jair Bolsonaro conversa com ministro Onyx Lorenzoni (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Integrantes do DEM avaliam que o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, deu a maior demonstração de sua submissão a Jair Bolsonaro nesta terça (14), quando elogiou o ocupante do Planalto durante coletiva de imprensa ao lado do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Segundo a coluna Painel, a avaliação é que ele defendeu o governo sem chamado, chutou o balde com Mandetta e mostrou que só pensa na sua relação com Bolsonaro.

Nos bastidores, Onyx é referido como "empregado" do ocupante do Planalto. Membros do DEM se disseram perplexos ao ver a declaração de Onyx por ocorrer menos de dois meses após o que, segundo eles, foi uma humilhação do ministro, quando foi retirado da Casa Civil.

Na coletiva, Onyx defendeu a reabertura de cidades que estariam "a milhares de quilômetros" de um caso de covid-19. "O Brasil precisa olhar para o espectro da fome e da miséria", disse.

O ministro também citou o auxílio emergencial de R$ 600 às famílias de baixa renda e trabalhadores informais. Segundo ele, 35 milhões de informais foram cadastrados e 16,4 milhões, considerados elegíveis.

Onyx afirmou que até a próxima sexta-feira cerca de 11,2 milhões de pessoas poderão ter recebido o benefício. "Nenhum país do mundo tem uma operação desse porte", acrescentou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247