Os melhores momentos de Dilma em Harvard

Durante palestra na Brazil Conference, em Harvard, a presidente deposta pelo golpe disse que daria "nome aos bois" ao demonstrar seu receio de que mudassem "as regras do jogo democrático": "Me preocupa que prendam o Lula, com tudo o que fizeram com ele"; "Não acho que o Lula tem de ganhar ou perder, eu acho que ele tem de concorrer. Se perder, é da regra do jogo", acrescentou; Dilma Rousseff afirmou que "temos de enfrentar todas as acusações. Quem não enfrenta as acusações é porque está receoso, tem alguma culpa. Eu não tenho medo"; e defendeu fortemente a democracia, "único sistema que permite o confronto, a discussão, o encontro, o consenso, a divergência"; confira o vídeo com os melhores momentos de sua palestra

Durante palestra na Brazil Conference, em Harvard, a presidente deposta pelo golpe disse que daria "nome aos bois" ao demonstrar seu receio de que mudassem "as regras do jogo democrático": "Me preocupa que prendam o Lula, com tudo o que fizeram com ele"; "Não acho que o Lula tem de ganhar ou perder, eu acho que ele tem de concorrer. Se perder, é da regra do jogo", acrescentou; Dilma Rousseff afirmou que "temos de enfrentar todas as acusações. Quem não enfrenta as acusações é porque está receoso, tem alguma culpa. Eu não tenho medo"; e defendeu fortemente a democracia, "único sistema que permite o confronto, a discussão, o encontro, o consenso, a divergência"; confira o vídeo com os melhores momentos de sua palestra
Durante palestra na Brazil Conference, em Harvard, a presidente deposta pelo golpe disse que daria "nome aos bois" ao demonstrar seu receio de que mudassem "as regras do jogo democrático": "Me preocupa que prendam o Lula, com tudo o que fizeram com ele"; "Não acho que o Lula tem de ganhar ou perder, eu acho que ele tem de concorrer. Se perder, é da regra do jogo", acrescentou; Dilma Rousseff afirmou que "temos de enfrentar todas as acusações. Quem não enfrenta as acusações é porque está receoso, tem alguma culpa. Eu não tenho medo"; e defendeu fortemente a democracia, "único sistema que permite o confronto, a discussão, o encontro, o consenso, a divergência"; confira o vídeo com os melhores momentos de sua palestra (Foto: Gisele Federicce)

247 - A presidente deposta pelo golpe parlamentar, Dilma Rousseff, fez uma forte defesa do sistema democrático e demonstrou preocupação de que prendam o ex-presidente Lula no Brasil, durante palestra na Brazil Conference, na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, essa semana (assista acima o vídeo com os melhores momentos de sua fala).

"Me preocupa muito que mudem as regras do jogo democrático. Eu vou dar nome aos bois: me preocupa que prendam o Lula, com tudo o que fizeram com ele. Não acho que o Lula tem de ganhar ou perder, eu acho que ele tem de concorrer. Se perder, é da regra do jogo", afirmou, em referência às eleições presidenciais de 2018.

"Ninguém se desmoraliza por perder uma eleição. Só quem tem um padrão de cabeça extremamente autoritário começa a falar em impeachment até antes da eleição. Eu estou me referindo a coisas que aconteceram e vocês sabem quais são", acrescentou, numa alfinetada a Aécio Neves, seu adversário derrotado no pleito de 2014, que entrou com ação na Justiça Eleitoral contra o resultado da disputa e pediu a cassação da chapa vencedora.

Dilma Rousseff condenou a prática 'lawfare' contra o ex-presidente Lula - "utilização da lei como luta política" - e afirmou que "temos de enfrentar todas as acusações. Quem não enfrenta as acusações é porque está receoso, tem alguma culpa. Eu vou falar uma coisa para vocês: eu não tenho medo".

A presidente deposta defendeu com ênfase a democracia, "único sistema que permite o confronto, a discussão, o encontro, o consenso, a divergência".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247