Padilha: pedido de impeachment da OAB surpreendeu o Planalto

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou que o governo ficou surpreso com a decisão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de protocolar na Câmara dos Deputados um pedido de impeachment de Michel Temer, após as delações da JBS; “É algo que surpreende porque a OAB, tradicionalmente, é uma entidade que tem sido sustentáculo da institucionalidade e da legalidade no exercício do poder no Brasil”, disse.

eliseu padilha
eliseu padilha (Foto: Leonardo Lucena)

247 - O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou, neste domingo (21), que o governo ficou surpreso com a decisão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de protocolar na Câmara dos Deputados um pedido de impeachment de Michel Temer, após as delações da JBS.

“É algo que surpreende porque a OAB, tradicionalmente, é uma entidade que tem sido sustentáculo da institucionalidade e da legalidade no exercício do poder no Brasil”, disse.

A estratégia do governo é conseguir a adesão de outras entidades favoráveis à permanência do presidente. “Temos recebido muitos telefonemas de apoio de várias organizações da sociedade civil, especialmente empresariais”, afirmou o ministro da Casa Civil ao Estadão.

Apesar de PSDB e DEM estarem avaliando a permanência no governo Temer, Padilha disse que os dois partidos continuam firmes na base. Peemedebista também amenizou o rompimento do PSB com o governo. “O PSB sempre foi dividido e vai continuar dividido”.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247