Padilha quer que PGR abra inquérito contra Bolsonaro por farra em churrascaria: “Banquete da morte”

Deputado e ex-ministro da Saúde aponta que Bolsonaro violou lei federal e do DF ao promover almoço com dezenas de pessoas, entre ministros, parlamentares e famosos, sem distanciamento e sem uso de máscara

Deputado Alexandre Padilha (PT-SP), ex-ministro da Saúde
Deputado Alexandre Padilha (PT-SP), ex-ministro da Saúde (Foto: ELZA FIUZA /ABr )
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP), que é ex-ministro da Saúde, protocolou junto à procuradoria-geral da República (PGR), nesta quinta-feira (28), uma representação em que pede abertura de inquérito civil e criminal contra Jair Bolsonaro por conta da “farra” que promoveu em uma churrascaria de Brasília (DF) nesta quarta-feira (27).

Mesmo diante do fato de que o Brasil vem sofrendo um recrudescimento da pandemia do coronavírus, com o número de casos e mortes em franca ascensão, Bolsonaro segue desrespeitando os protocolos sanitários contra o contágio da Covid-19. Nesta quarta-feira, o presidente foi além ao reunir dezenas de pessoas, entre deputados, ministros e famosos em um ambiente fechado sem respeitar o distanciamento social. Os presentes, todos sem máscara, ainda se abraçavam e mantinham intenso contato físico.

Leia a íntegra na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email