Palocci foi o grande avalista de Fux

Segundo Mônica Bergamo, da Folha, ao lado de José Eduardo Cardoso, da Justiça, o então ministro da Casa Civil trabalhou arduamente para que a presidente Dilma Rousseff o escolhesse para o Supremo Tribunal Federal

Palocci foi o grande avalista de Fux
Palocci foi o grande avalista de Fux
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Alvo de acusações de José Dirceu de assédio moral, Luiz Fux é hoje renegado no Planalto. No entanto, segundo Mônica Bergamo, da Folha, ele já teve grande prestígio no primeiro escalão e sua indicação pelo STF veio da presidente Dilma Rousseff, por pressão do então ministro da Casa Civil, Antonio Palocci. Leia:

DILMA LÁ

A ordem de auxiliares da presidente Dilma Rousseff de disseminar no Congresso Nacional que a indicação de Luiz Fux para o STF (Supremo Tribunal Federal) foi "herança" de Lula não decola no PT. O ex-presidente sempre torceu o nariz para o magistrado.

Dizia que uma pessoa apoiada ao mesmo tempo por Delfim Netto e João Pedro Stedile, líder do MST, como era o caso, não poderia ser confiável.

DILMA LÁ 2

O próprio Fux, em entrevista à Folha, disse que foi escolhido por Dilma e que Lula não o apoiou. Usava o argumento para negar que havia prometido absolver José Dirceu no caso do mensalão e mostrar que o petista não trabalhou por ele. Caso contrário, o ex-presidente o teria nomeado em 2010.

PALOCCI GARANTE

Antes de ser escolhido, já no governo de Dilma, Fux foi recebido por ministros do governo dela como José Eduardo Cardoso, da Justiça, e Antonio Palocci, então poderoso ministro da Casa Civil. A palavra que mais pesou para que a presidente nomeasse Fux foi a de Palocci, que trabalhou arduamente para que ele fosse o escolhido.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247