Para atrair centrão, Ciro defenderá ‘manual de decência’

Para atrair apoio dos partidos do chamado 'centrão', o presidenciável Ciro Gomes (PDT) e defenderá a adoção de um "manual de decência" em convenção que oficializará sua candidatura ao Planalto; nesta sexta-feira (20), o pedetista deve evitar falar sobre propostas que enfrentam resistência em partidos como DEM, PP e PR, como a revogação da reforma trabalhista

Para atrair centrão, Ciro defenderá ‘manual de decência’
Para atrair centrão, Ciro defenderá ‘manual de decência’

247 - Para atrair apoio dos partidos do chamado 'centrão', o presidenciável Ciro Gomes (PDT) e defenderá a adoção de um "manual de decência" em convenção que oficializará sua candidatura ao Planalto.

Nesta sexta-feira (20), o pedetista deve evitar falar sobre propostas que enfrentam resistência em partidos como DEM, PP e PR, como a revogação da reforma trabalhista e a taxação de grandes fortunas. Mas o ex-ministro deve falar sobre pautas que também são defendidas por partidos de centro-direita, como o combate à corrupção, o maior financiamento à segurança pública e a adoção de políticas de geração de emprego.

O presidenciável aproveitará a convenção nacional para lançar uma prévia do seu programa de governo, intitulada "12 passos para mudar o país". De acordo com uma das propostas, um auxiliar em cargo de confiança deve se afastar temporariamente do posto se for apresentada contra ele uma denúncia fundamentada de corrupção e, ao mesmo tempo, tem de ser feita uma apuração independente.

Ciro ainda não escolheu um vice e também não anunciou apoio partidário. As legendas do 'centrão' devem tomar uma decisão no início de agosto. O PSB, que não faz parte deste bloco partidário, deve decidir na próxima semana quem vai apoiar na eleição presidencial. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247