Para Maia, candidatura Lula é ‘mais provável do que não’

Em evento sobre renovação política em São Paulo, com a participação do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), avaliou ainda que o ex-presidente, caso seja candidato, vai fazer uma campanha mais radical à esquerda; "Ele vai querer criar um polo de radicalização para garantir a ida dele para o segundo turno", afirmou

Em evento sobre renovação política em São Paulo, com a participação do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), avaliou ainda que o ex-presidente, caso seja candidato, vai fazer uma campanha mais radical à esquerda; "Ele vai querer criar um polo de radicalização para garantir a ida dele para o segundo turno", afirmou
Em evento sobre renovação política em São Paulo, com a participação do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), avaliou ainda que o ex-presidente, caso seja candidato, vai fazer uma campanha mais radical à esquerda; "Ele vai querer criar um polo de radicalização para garantir a ida dele para o segundo turno", afirmou (Foto: Gisele Federicce)

247 - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), acredita que a candidatura do ex-presidente Lula à presidência em 2018 está "mais provável do que não".

A declaração foi feita durante um evento sobre renovação política em São Paulo, na sede do Insper, com a participação do ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad (PT).

Maia também disse acreditar que o ex-presidente, caso seja candidato, vai fazer uma campanha mais radical à esquerda. "Ele vai querer criar um polo de radicalização para garantir a ida dele para o segundo turno", afirmou.

O presidente da Câmara comentou ainda que o DEM "precisa primeiro construir uma mensagem, que tem que vem antes do nome (para a Presidência)."

Ao vivo na TV 247 Youtube 247