Paulo Teixeira defende Ciro como vice de Lula

União entre petistas e pedetistas já no primeiro turno é sonho dos que buscam unidade entre o campo progressista no primeiro turno; nesta quinta, Ciro ensaiou reaproximação com Lula e o PT após ser preterido pelo centrão, que migrou para a candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) e deixou o ex-governador do Ceará sem aliados; "É muito bom ver o Ciro Gomes apoiando a liberdade de Lula e o direito do Lula de ser candidato. Fica meu convite ao Ciro: Lula para presidente e Ciro para vice", defendeu o deputado ao 247

Paulo Teixeira defende Ciro como vice de Lula
Paulo Teixeira defende Ciro como vice de Lula

Por William De Lucca - A súbita aproximação entre o pré-candidato do PDT à presidência, Ciro Gomes, dos petistas, após a rejeição do centrão à sua candidatura, reavivou um desejo dos que buscam uma candidatura única no campo progressista. O deputado federal Paulo Teixeira (PT) foi mais além e aproveitou para convidar Ciro Gomes para compor uma aliança desde já.

"É muito bom ver o Ciro Gomes apoiando a liberdade de Lula e o direito do Lula de ser candidato. Tal sinalização reaviva uma ótima ideia para o Brasil: a chapa Lula-Ciro. Fica meu convite ao Ciro: Lula para presidente e Ciro para vice", disse o petista, em entrevista ao 247 nesta sexta-feira (20). O ex-governador do Ceará já foi ministro da Integração Nacional durante o primeiro governo Lula, entre 2003 e 2006.

Em um encontro com lideranças sindicais nesta quinta, Ciro defendeu a liberdade de Lula e criticou o Judiciário. "O Brasil nunca será um país em paz enquanto o companheiro Luiz Inácio Lula da Silva não restaurar a sua liberdade. Eu luto por isso", disse. A declaração foi feita no mesmo dia em que o Centrão decidiu apoiar a pré-candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB), preterindo o acordo com Ciro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247