PC do B conclama esquerda a se unir já no 1º turno

Após dois dias e meio reunido, o PCdoB decide por conclamar todos os partidos de esquerda a se unirem em torno de apenas uma candidatura já no primeiro turno; o esforço virá inclusive de Manuela D´Ávila, embora o partido tenha mantido a pré-candidatura; "O PT, inclusive, que é o maior partido de esquerda da América Latina, que tem Lula liderando as pesquisas, precisa assumir esse processo de ajudar a construir o processo unitário. O PDT também precisa repensar, o PSB precisa estar conosco", cobrou a deputada Jandira Feghali; assista

PC do B conclama esquerda a se unir já no 1º turno
PC do B conclama esquerda a se unir já no 1º turno (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

247 - A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) anunciou neste domingo 22 que o PCdoB, após ficar reunido por dois dias e meio neste fim de semana, decidiu por conclamar à união dos partidos de esquerda já no primeiro turno, a fim e derrotar qualquer candidatura do golpe.

"Essa reunião reafirmou mais do que nunca a buscar essa unidade", anunciou Jandira. "Esse é o momento de nós conclamarmos a esquerda a buscar essa unidade", declarou, alertando para a grave situação de crise econômica e social no País depois do golpe e sob o governo Temer.

Segundo a deputada, a "tarefa central" dos próximos dias será a "de provocar o PT, o PDT, o PSB e o próprio PSOL a fazerem a unidade já no primeiro turno". Essa tarefa será inclusive de Manuela D´Ávila, pré-candidata do partido à presidência. A legenda não retirou a pré-candidatura, mas ressalta que trabalhará em torno da unidade.

"Entendemos a legitimidade de cada um com suas candidaturas, entendo a tática de todos, mas é importante que nesse momento pensemos no Brasil", afirma ainda Jandira. Ela destaca que esse é um "chamamento muito forte e pressionado por essa realidade brasileira, que nós temos de fato que pensar agora".

"Queremos Lula livre, candidato. O PT, inclusive, que é o maior partido de esquerda da América Latina, que tem Lula liderando as pesquisas, precisa neste momento assumir esse processo de ajudar bastante a construir esse processo unitário. O PDT também precisa repensar, o PSB precisa estar conosco", convoca.

Ela lembra que o eleitor estará colocando seu voto na urna em oito semanas. "Nós precisamos fazer com que o leitor acredite de novo que o Brasil tem jeito, que tem futuro", conclui.

Assista:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247