PDT terá candidato à presidência da Câmara

Deputado André Figueiredo (PDT-CE), que foi ministro das Comunicações do governo Dilma Rousseff, disputará a presidência da Câmara; além de seu próprio partido, PT, PDT, PCdoB, PSOL e Rede, Figueiredo também avalia um apoio do PSB, que está insatisfeito com o governo de Michel Temer; "Existe um processo em construção, dentro de um projeto que não extrapole os limites do PDT, mas sim, eu sou candidato", afirmou; além de Figueiredo, o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deve ir à reeleição; Centrão terá seu próprio candidato, que pode ser Jovair Arantes (PTB-GO) ou Rogério Rosso (PSD-DF)

André Figueiredo 
André Figueiredo  (Foto: Aquiles Lins)

247 - O deputado André Figueiredo (PDT-CE), que foi ministro das Comunicações do governo Dilma Rousseff, disputará a presidência da Câmara. "Existe um processo em construção, dentro de um projeto que não extrapole os limites do PDT, mas sim, eu sou candidato", afirmou o pedetista ao Estado.

Além de seu próprio partido, PT, PDT, PCdoB, PSOL e Rede, Figueiredo também avalia um apoio do PSB, que faz parte da base do governo. "Não me considero uma candidato de oposição, mas um candidato que vai buscar fortalecer o Legislativo. Mesmo o PDT sendo atualmente um partido de oposição, na condição de candidatos à presidência da Câmara, teríamos um bom diálogo com o poder Executivo, o presidente da República e muitos seus ministros", afirmou.

Além de Figueiredo, o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) também deve lançar candidatura. O Centrão terá seu próprio candidato, que pode ser Jovair Arantes (PTB-GO) ou Rogério Rosso (PSD-DF).

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247