CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Percepção de que Lula é mais apto para combater a corrupção do que Moro é a maior derrota da imprensa brasileira

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

247 – A pesquisa Quaest, que mostra a vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em todos os cenários, não chega a ser surpreendente. O levantamento perguntou quem é o melhor candidato à Presidência da República para controlar a economia. Lula aparece à frente com 44%, Bolsonaro tem 18%, Ciro, 6%, Moro, 4%, seguidos pelo governador João Doria, o apresentador José Luiz Datena e a empresária Luiza Trajano, com 2% cada, e o governador Eduardo Leite, com 1%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O que chamou a atenção de setores da imprensa comercial foi um tópico seguinte. Lula está à frente nos outros temas consultados, como combater a corrupção. Nesse item, ele aponta 28%, frente a 24% de Bolsonaro, 5% de Ciro, Doria e Datena, com 2%, Trajano e Leite, com 1%. Não sabem ou não responderam, 19%. O ex-ministro da Justiça e ex-juiz federal, Sergio Moro, que condenou Lula por corrupção (decisão que foi, neste ano, anulada pelo Supremo Tribunal Federal, que também declarou o ex-magistrado suspeito), teve 14% nesse quesito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os brasileiros, portanto, consideram Lula mais honesto do que Moro – ou, numa hipótese mais benigna para o ex-juiz declarado suspeito pelo Supremo Tribunal Federal, mais apto a combater a corrupção. O levantamento revela que os brasileiros despertam contra a máquina de desinformação criada contra o ex-presidente Lula, que foi também uma máquina de propaganda a favor de Moro. Mas quais foram os resultados deste "combate à corrupção"? Na prática, a ascensão de um governo miliciano marcado por corrupção, a destruição da economia, desemprego recorde e o enriquecimento do ex-juiz que se apresentava como paladino da moral. Confira algumas reações à pesquisa:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE