Perguntas de Cunha podem servir para mantê-lo na cadeia

Os incômodos questionamentos que Eduardo Cunha enviou a Michel Temer podem acabar se voltando contra o ele e complicando a vida do deputado cassado; o Ministério Público já acendeu o alerta de que, caso o conteúdo das perguntas caracterize algum tipo de pressão, pode usar isso para pedir que Cunha permaneça atrás das grades, uma vez que o peemedebista estaria tentando influenciar a Lava Jato

Eduardo Cunha preso 
Eduardo Cunha preso  (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério Público acendeu o alerta sobre as perguntas enviadas por Eduardo Cunha para Michel Temer. Sobre o teor dos questionamentos, o MP entende que, se for caracterizado algum tipo de pressão, pode vir a usá-los como argumento de que Cunha ainda tenta influenciar a investigação da Lava Jato e não deve ser solto. 

As informações são da coluna Painel da Folha de S.Paulo.

"A tese encontra eco em parte do STF que não tem intenção de libertar o peemedebista quando seu habeas corpus chegar ao tribunal."

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247