PF investiga assessor de Ideli Salvatti

Idaílson José Vilas Boas Macedo é acusado pela Polícia Federal de ser lobista do suposto esquema desbaratado na Operação Miqueias; de acordo com os policiais, ele teria feito negociações dentro do Palácio do Planalto para aproximar prefeitos de agentes do sistema financeiro

Idaílson José Vilas Boas Macedo é acusado pela Polícia Federal de ser lobista do suposto esquema desbaratado na Operação Miqueias; de acordo com os policiais, ele teria feito negociações dentro do Palácio do Planalto para aproximar prefeitos de agentes do sistema financeiro
Idaílson José Vilas Boas Macedo é acusado pela Polícia Federal de ser lobista do suposto esquema desbaratado na Operação Miqueias; de acordo com os policiais, ele teria feito negociações dentro do Palácio do Planalto para aproximar prefeitos de agentes do sistema financeiro (Foto: Leonardo Attuch)

247 - A Operação Miqueias, da Polícia Federal, alcançou um assessor da ministra da Secretaria de Relações Institucionais (SRI), Ideli Salvatti. Ele se chama Idaílson José Villas Boas Macedo, é filiado ao PT de Goiás, e foi acusado pela PF de ser um lobista do suposto esquema, que desviaria recursos dos fundos de pensão de diversas prefeituras (leia aqui a reportagem completa de Andreza Matais, Fábio Fabrini e Fausto de Macedo). 

Segundo a PF, Idaílson intermediava negociações entre prefeitos e um "pastinha" – jargão usado no mercado bancário para funcionários que captam investimentos. O assessor teria atuado, por exemplo, para facilitar o acesso do "pastinha" Almir Bento aos prefeitos de Itaberaí (GO) e Pires do Rio (GO). Procurada pelo Estado de S. Paulo, a SRI decidiu não se pronunciar. Idaílson também não foi encontrado.

A reportagem afirma ainda que ele conduziria negociações com os prefeitos dentro do Palácio do Planalto. Eis um diálogo gravado pela PF em que o pastinha Almir Bento fala como prefeito de Pires do Rio e marca encontro com Idaílson:

Abaixo, trechos do diálogo:

Prefeito - Almir!
Almir - Oi!
Prefeito - Você me ligou?
Almir - Liguei. Agora para você ir lá não dá não né?
Prefeito - No Idaílson?
Almir - É!
Prefeito - Um minutinho por favor.
[ouve-se o prefeito perguntar: Quer ir lá no Idaílson agora? Uma voz de mulher pergunta: ele vai atender nós agora? O prefeito volta a falar com Almir]
Prefeito - Ele vai atender nós, assim, agora ô...
Almir - Agora. Agora.
Prefeito - Vai. Então vamos lá.
Almir - Você sabe cheg...
Prefeito - Mas você vai lá comigo ou você quer que eu vou lá?
Almir - Dá um pulinho lá. Sabe chegar lá?
Prefeito - Onde que é mesmo lá ô, irmão? Deixa eu pegar o endereço aqui.
Almir - é lá no Palácio, na SRI.
Prefeito - E lá não tá tendo greve não? Manifestação?
Almir - Tá não. Tá não. Eu vou te mandar o endereço certinho agora.
Prefeito - Pode falar.
Almir - Tá bom?
Prefeito - Ah, você manda por mensagem?
Almir - Vou te mandar por mensagem. Pode ir lá, para lá.
Prefeito - Então tá bom. Falou.

Segundo diálogo
Prefeito - Oi, Almir.

Almir - Ai lá, o sr. trata só assuntos técnicos, tá?
Prefeito - Como é que é?
Almir - Só assuntos técnicos lá.
Prefeito - Ah, então tá bom. Beleza.
Almir - Fala de projetos, essas coisas.
Prefeito - Então tá bom então, viu!

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247