PF reforça segurança de Teori Zavascki e do STF

Após as ameaças feitas ao ministro Teori Zavascki, que retirou do Paraná o caso Lula e cobrou do juiz Sérgio Moro explicações sobre os grampos ilegais da presidente Dilma Rousseff, o ministro da Justiça, Eugênio Aragão, determinou que a Polícia Federal reforce a segurança dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF); na internet, militantes pró-impeachment e um editor da Globo sugeriram que Teori seria algo de revolta; houve até quem pregasse que incendiassem sua residência; ação foi transmitida ao vivo pelo Facebook e recebeu dezenas de comentários de apoio; nota do Ministério da Justiça anunciou investigação também contra quem incita o ódio nas redes sociais

Após as ameaças feitas ao ministro Teori Zavascki, que retirou do Paraná o caso Lula e cobrou do juiz Sérgio Moro explicações sobre os grampos ilegais da presidente Dilma Rousseff, o ministro da Justiça, Eugênio Aragão, determinou que a Polícia Federal reforce a segurança dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF); na internet, militantes pró-impeachment e um editor da Globo sugeriram que Teori seria algo de revolta; houve até quem pregasse que incendiassem sua residência; ação foi transmitida ao vivo pelo Facebook e recebeu dezenas de comentários de apoio; nota do Ministério da Justiça anunciou investigação também contra quem incita o ódio nas redes sociais
Após as ameaças feitas ao ministro Teori Zavascki, que retirou do Paraná o caso Lula e cobrou do juiz Sérgio Moro explicações sobre os grampos ilegais da presidente Dilma Rousseff, o ministro da Justiça, Eugênio Aragão, determinou que a Polícia Federal reforce a segurança dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF); na internet, militantes pró-impeachment e um editor da Globo sugeriram que Teori seria algo de revolta; houve até quem pregasse que incendiassem sua residência; ação foi transmitida ao vivo pelo Facebook e recebeu dezenas de comentários de apoio; nota do Ministério da Justiça anunciou investigação também contra quem incita o ódio nas redes sociais (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Justiça, Eugênio Aragão, determinou nesta quarta-feira, 23, que a Força Nacional, a Polícia Federal, além do Gabinete de Segurança da Presidência da República reforcem a segurança dos ministros do Supremo Tribunal Federal. A própria polícia do STF também está em alerta máximo.

Medida foi tomada depois que um grupo intitulado La Banda Vida Loka fez ataques em frente à residência do ministro Teori Zavascki, depois que ele determinou que o juiz Sérgio Moro remeta para o STF o caso relacionado ao grampos ilegais de conversas entre a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em nota, o Ministério da Justiça anunciou investigação também contra quem incita o ódio nas redes sociais. Confira abaixo:

Nota à imprensa

O Ministério da Justiça colocou à disposição do Supremo Tribunal Federal (STF) o reforço da segurança institucional e pessoal de seus ministros, em razão da perturbação do sossego e da necessidade de garantir a integridade física e moral, além de afastar tentativa de intimidação.

Determinou ainda que fossem investigadas as instigações e ameaças aos magistrados, tanto em manifestações públicas ao redor de suas residências como em redes sociais.

O Ministério da Justiça zelará por que o momento de tensão política não dê lugar a atos de violência e intolerância contra quem quer que seja.


Relator da Lava Jato no Supremo, Teori não derrubou a decisão do ministro Gilmar Mendes, que suspendeu a posse de Lula como ministro da Casa Civil, mas revogou o trecho da decisão que determinava que as investigações sobre Lula ficassem com Moro.

Liderados pelo grupo La Banda Loka Liberal, os manifestantes penduraram faixas no portão em frente à residência do ministro Teori Zavascki, onde se lia frases como "Teori Zavascki pelego do PT" e "Teori traidor".

O evento chegou a ser transmitido ao vivo pelo Facebook, através da página do grupo, e recebeu dezenas de comentários de apoio. 

Assista ao vídeo: 

 

Agora em frente a casa do teori zavascki

Publicado por La Banda Loka Liberal em Terça, 22 de março de 2016
 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247