PGR quis saber se Lulinha era sócio na Friboi

Procurador que interrogava o empresário Joesley Batista, da JBS, o questionou sobre um boato espalhado em redes sociais e correntes de Whatsapp: se Lulinha, o filho do ex-presidente Lula, era um dos seus sócios na Friboi; Joesley respondeu que só conhecia o jovem pela mídia

Procurador que interrogava o empresário Joesley Batista, da JBS, o questionou sobre um boato espalhado em redes sociais e correntes de Whatsapp: se Lulinha, o filho do ex-presidente Lula, era um dos seus sócios na Friboi; Joesley respondeu que só conhecia o jovem pela mídia
Procurador que interrogava o empresário Joesley Batista, da JBS, o questionou sobre um boato espalhado em redes sociais e correntes de Whatsapp: se Lulinha, o filho do ex-presidente Lula, era um dos seus sócios na Friboi; Joesley respondeu que só conhecia o jovem pela mídia (Foto: Charles Nisz)

247 - Um dos maiores boatos da política nacional dos últimos anos foi o de que Lulinha, como é conhecido Fábio Lula da Silva, o filho mais novo do ex-presidente Lula, era o "dono da Friboi".

O procurador que interrogava o empresário Joesley Batista, da JBS, que firmou delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato, utilizou o bato espalhado nas redes sociais e correntes de Whatsapp para saber se isso era verdade.

A pergunta foi feita mais de uma vez. Joesley negou que Lulinha tenha qualquer relação com a JBS e disse que só conhecia o jovem pela mídia.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247