Planalto decide agir contra traições de aliados

"Não tem mais brincadeira. É um absurdo que alguém com cargo no governo seja a favor do impeachment", afirma o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, segundo a coluna Painel, de Natuza Nery; o plano é não mais tolerar que aliados com cargos no governo defendam o impeachment ou fiquem em cima do muro

Brasília - O ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, durante coletiva após reunião de coordenação política com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto (Wilson Dias/Agência Brasil)
Brasília - O ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, durante coletiva após reunião de coordenação política com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto (Wilson Dias/Agência Brasil) (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O Palácio do Planalto decidiu não ser mais tolerante com "aliados" que não defendam a presidente Dilma Rousseff. Até aqui, o governo havia sido leniente com integrantes do governo – ocupantes de cargos – que defendiam o impeachment ou ficassem em cima do muro.

"Não tem mais brincadeira. É um absurdo que alguém com cargo no governo seja a favor do impeachment", afirma o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, segundo a coluna Painel, de Natuza Nery.

O governo passará a limpo os nomes de quem ocupa cargos federais para identificar casos como o de Fábio Cleto, que havia sido indicado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), hoje o principal adversário de Dilma. Cleto foi exonerado nesta semana.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email