Plano de partido único do centro, com PSDB, DEM e PSD, enfrenta resistência

Partidos envolvidos no debate resistem à criação de uma legenda única de centro com PSDB, DEM e PSD. Líderes avaliam é impossível concretizar a ideia até as eleições municipal de 2020 ou presidencial de 2022

(Foto: Gilberto Marques/Governo do Estado de São Paulo)

247 - Partidos envolvidos no debate resistem à criação de uma legenda única de centro com PSDB, DEM e PSD. Líderes avaliam é impossível concretizar a ideia até as eleições municipal de 2020 ou presidencial de 2022. A informação é do jornal Folha de Paulo

Um dos principais interessados neste arranjo político é o governador de São Paulo, João Doria, cotado pelo PSDB para ser o candidato do partido à presidência da República na próxima eleição. O tucano tenta afastar a imagem de político próximo a Jair Bolsonaro. 

O maior ceticismo sobre a fusão vem do DEM. Seu presidente, ACM Neto, prefeito de Salvador, já disse ser contra a fusão. Para dirigentes do partido, a sigla é forte no Nordeste e a sigla mira de oito a dez capitais na eleição de 2020.


 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247