Por que Lula disputará as eleições em 2018, vivo ou morto, preso ou solto

O jornalista Joaquim de Carvalho, do DCM, analisa o discurso que a presidente deposta Dilma Rousseff fez na Universidade de Helsinque, na Finlândia, onde diz que Lula disputará as eleições “vivo ou morto”;“O golpe, para fazer sentido, não pode permitir que Lula volta em 2018. Daí porque as instituições estão sendo usadas para que isso não aconteça", explica; confira o vídeo

19/03/2017- Monteiro- PB, Brasil- Os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff viajam para Monteiro-PB ao lado do governador Ricardo Coutinho. Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula
19/03/2017- Monteiro- PB, Brasil- Os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff viajam para Monteiro-PB ao lado do governador Ricardo Coutinho. Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula (Foto: Giuliana Miranda)

247 -Em vídeo, o jornalista Joaquim de Carvalho, do DCM, analisa o discurso que Dilma Rousseff fez na Universidade de Helsinque, na Finlândia, onde diz que Lula disputará as eleições “vivo ou morto”;

“O golpe, para fazer sentido, não pode permitir que Lula volta em 2018. Daí porque as instituições estão sendo usadas para que isso não aconteça. O processo em que Lula é investigado tem aparência de legalidade, mas no fundo é usado para atacar aquele que é considerado um inimigo, um adversário".

Confira abaixo a íntegra da análise de Joaquim de Carvalho:

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247