PPS cobra governo sobre suposto apoio a Eike

Líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR) anunciou que vai pedir, nesta semana, informações aos ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, sobre a denúncia de que o governo intercedeu para salvar o empreendimento de Eike Batista no Porto de Açu, no litoral do Rio de Janeiro; segundo a denúncia, ex-presidente Lula também teria participação na história; "O governo tem de agir de forma republicana, sem beneficiar esse ou aquele empresário", defende Bueno

PPS cobra governo sobre suposto apoio a Eike
PPS cobra governo sobre suposto apoio a Eike
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR), avisou que vai pedir, nesta semana, informações aos ministros Guido Mantega, da Fazenda, e Fernando Pimentel, do Desenvolvimento, sobre a denúncia de que o governo teria intercedido para salvar o Porto de Açu, empreendimento de Eike Batista no litoral do Rio de Janeiro.

As revistas Época e Veja tocaram no assunto. Segundo a última, desde janeiro, o ex-presidente Lula também estaria atuando para que o estaleiro singapuriano Jurong Shipyard revisse sua decisão de continuar investindo no Espírito Santo, para se associar ao projeto de Eike no Rio de Janeiro.

Para que o investimento de R$ 500 milhões do estaleiro Jurong fosse transferido para Açu, Fernando Pimentel teria designado o embaixador brasileiro em Singapura, Luis Fernando Serra, para que ele sondasse a empresa sobre a possibilidade de mudar o projeto, que está em andamento, no porto no município de Aracruz (ES) para o litoral do Rio.

O PSS destaca que Mantega, por sua vez, recebeu executivos da Jurong, em Brasília, e sugeriu que os estaleiros se unissem para "evitar a ociosidade", alegando atraso no pré-sal. "O governo não pode agir para defender interesses privados do senhor Eike Batista, ainda mais sob o comando do ex-presidente Lula, que tem se revelado a eminência parda da administração petista", critica Rubens Bueno.

Ele disse que os ministros Mantega e Pimentel precisam esclarecer de "forma cabal"  se há ou não um "conluio" para salvar os negócios de Eike na área de portos. "O governo tem de agir de forma republicana, sem beneficiar esse ou aquele empresário", cobrou.

Com assessoria de imprensa do PPS

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email