“Precisamos colocar o bloco na rua", diz Okamotto

Em resposta ao noticiário negativo, presidente do Instituto Lula defende a realização das caravanas da cidadania em 2013; ex-presidente dará prioridade à agenda nacional esse ano, com poucas viagens ao exterior

“Precisamos colocar o bloco na rua", diz Okamotto
“Precisamos colocar o bloco na rua", diz Okamotto
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O presidente do Instituto Lula e amigo do ex-presidente Paulo Okamotto, foi mais um que se manifestou contra o recente noticiário negativo da imprensa, especialmente em relação ao setor energético."Precisamos colocar o bloco na rua", declarou Okamotto, de acordo com nota na coluna Painel da Folha de S.Paulo.

"Okamotto é o segundo integrante do núcleo mais próximo de Lula a verbalizar o sentimento petista para o embate político no ano pré-eleitoral", diz a nota, citando em seguida o ministro Gilberto Carvalho, que gravou vídeo com a frase: "em 2013 o bicho vai pegar".

Assim como Carvalho, Okamotto defende a realização das caravanas da cidadania, mencionadas por Lula depois de denúncias publicadas pela imprensa envolvendo-o no chamado "mensalão". E ele segue com o plano: no primeiro semestre do ano, o ex-presidente tem apenas três viagens marcadas para fora do País.

O objetivo é dar prioridade para a agenda nacional. Os eventos deverão ter roteiro fechado a partir do dia 15, quando Lula volta de férias, e está sob o comando da assessora Clara Ant.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email