Presidente do PP diz que renuncia se houver provas

O presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), disse, por meio de sua conta pessoal no Twitter, que renunciará a mandato caso apareça alguma prova contra durante as investigações da Operação lava Jato da Polícia Federal, que investiga um esquema de corrupção na Petrobras; "Renunciarei ao mandato de Senador da República se surgir qualquer prova objetiva que venha macular minha atitude como homem público", postou

O presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), disse, por meio de sua conta pessoal no Twitter, que renunciará a mandato caso apareça alguma prova contra durante as investigações da Operação lava Jato da Polícia Federal, que investiga um esquema de corrupção na Petrobras; "Renunciarei ao mandato de Senador da República se surgir qualquer prova objetiva que venha macular minha atitude como homem público", postou
O presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), disse, por meio de sua conta pessoal no Twitter, que renunciará a mandato caso apareça alguma prova contra durante as investigações da Operação lava Jato da Polícia Federal, que investiga um esquema de corrupção na Petrobras; "Renunciarei ao mandato de Senador da República se surgir qualquer prova objetiva que venha macular minha atitude como homem público", postou (Foto: Paulo Emílio)

247 - O presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), disse, por meio de sua conta pessoal no Twitter, que renunciará a mandato caso apareça alguma prova contra durante as investigações da Operação lava Jato da Polícia Federal, que investiga um esquema de corrupção na Petrobras.

"Renunciarei ao mandato de Senador da República se surgir qualquer prova objetiva que venha macular minha atitude como homem público", postou.

A postagem do senador foi feita poucas horas antes do procurador-geral da República, Rodrigo janot, entregar ao Supremo Tribunal Federal (STF) os pedidos para abertura de inquéritos referentes a políticos suspeitos de envolvimento nas denúncias investigadas pela Operação Lava Jato.

O nome de Ciro Nogueira apareceu durante o depoimento feito pelo ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa à Justiça. Costa teria citado o parlamentar como um dos que se beneficiaram dos desvios em contratos da Petrobras.

Em outras postagens, Ciro Nogueira nega ter tido "qualquer relação imprópria" com os acusados da operação Lava Jato, além de afirmar que tem "consciência plena" de seus atos. "Sei que as acusações não têm nenhuma base na realidade", completou.

Leia abaixo a íntegra da mensagem publicada pelo senador me sua conta pessoal no Twitter:

Desde o início, agora é até o final desta circunstância política, mantive, mantenho e manterei uma única posição: Jamais tive qualquer relação imprópria com qualquer dos acusados da operação Lava Jato. Repito o que sempre sustentei, renunciarei ao mandato de Senador da República se surgir qualquer prova objetiva que venha macular minha atitude como homem público. Assumo mais uma vez este compromisso porque tenho consciência plena de meus atos e sei que as acusações não têm nenhuma base na realidade. Ass Ciro Nogueira

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247