Prestes a cair, Temer cerca seus palácios pelo Exército

Na iminência de anunciar que deixará a presidência da República, após ter sido flagrado endossando o pagamento de propina a Eduardo Cunha pelo seu silêncio, Michel Temer mandou o Exército cercar o Palácio do Planalto; há grades por todos os lados do Planalto; lá dentro, Temer caminha para ceder à pressão da população, da oposição e dos aliados que ainda restam e anunciar sua renúncia

Na iminência de anunciar que deixará a presidência da República, após ter sido flagrado endossando o pagamento de propina a Eduardo Cunha pelo seu silêncio, Michel Temer mandou o Exército cercar o Palácio do Planalto; há grades por todos os lados do Planalto; lá dentro, Temer caminha para ceder à pressão da população, da oposição e dos aliados que ainda restam e anunciar sua renúncia
Na iminência de anunciar que deixará a presidência da República, após ter sido flagrado endossando o pagamento de propina a Eduardo Cunha pelo seu silêncio, Michel Temer mandou o Exército cercar o Palácio do Planalto; há grades por todos os lados do Planalto; lá dentro, Temer caminha para ceder à pressão da população, da oposição e dos aliados que ainda restam e anunciar sua renúncia (Foto: Aquiles Lins)

247 - Na iminência de anunciar que deixará a presidência da República, após ter sido flagrado endossando o pagamento de propina a Eduardo Cunha pelo seu silêncio, Michel Temer mandou o Exército cercar o Palácio do Planalto. 

Há grades por todos os lados do Planalto. 

Lá dentro, Temer caminha para ceder à pressão da população, da oposição e dos aliados que ainda restam e anunciar sua renúncia. 

 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247