'Programas sociais têm de deixar piloto automático'

Novo ministro do Planejamento, Valdir Simão, diz que governo deve reavaliar alguns programas, inclusive da área social, para "descontinuar" os que não têm mais sentido e reforçar os mais eficazes: “Não podemos ficar ligados no piloto automático e simplesmente colar a gestão orçamentária", afirmou; segundo ele, fará uma avaliação de vários deles, citando Farmácia Popular, Garantia Safra, UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e construção de creches no Pró-Infância; “É preciso verificar se o programa está se propondo aquilo para o que foi idealizado, do ponto de vista fiscal e de investimento, se na sua formatação existem vulnerabilidades que possam permitir desvios”, afirma

www.brasil247.com - Novo ministro do Planejamento, Valdir Simão, diz que governo deve reavaliar alguns programas, inclusive da área social, para "descontinuar" os que não têm mais sentido e reforçar os mais eficazes: “Não podemos ficar ligados no piloto automático e simplesmente colar a gestão orçamentária", afirmou; segundo ele, fará uma avaliação de vários deles, citando Farmácia Popular, Garantia Safra, UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e construção de creches no Pró-Infância; “É preciso verificar se o programa está se propondo aquilo para o que foi idealizado, do ponto de vista fiscal e de investimento, se na sua formatação existem vulnerabilidades que possam permitir desvios”, afirma
Novo ministro do Planejamento, Valdir Simão, diz que governo deve reavaliar alguns programas, inclusive da área social, para "descontinuar" os que não têm mais sentido e reforçar os mais eficazes: “Não podemos ficar ligados no piloto automático e simplesmente colar a gestão orçamentária", afirmou; segundo ele, fará uma avaliação de vários deles, citando Farmácia Popular, Garantia Safra, UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e construção de creches no Pró-Infância; “É preciso verificar se o programa está se propondo aquilo para o que foi idealizado, do ponto de vista fiscal e de investimento, se na sua formatação existem vulnerabilidades que possam permitir desvios”, afirma (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O novo ministro do Planejamento, Valdir Simão, afirma que o governo deve reavaliar programas, inclusive da área social, para "descontinuar" os que não têm mais sentido e valorizar os mais eficazes.

"Temos de verificar a qualidade dos programas. E para que esta avaliação? Para aperfeiçoar e fazer o orçamento seguinte do programa refletir as suas necessidades. Não podemos ficar ligados no piloto automático e simplesmente colar a gestão orçamentária", disse ele, em entrevista à ‘Folha de S. Paulo’.

Ele revelou que fará uma avaliação de vários deles, citando Farmácia Popular, Garantia Safra, UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e construção de creches no Pró-Infância.

“É preciso verificar se o programa está se propondo aquilo para o que foi idealizado, do ponto de vista fiscal e de investimento, se na sua formatação existem vulnerabilidades que possam permitir desvios”, afirmou.

PUBLICIDADE

Ele garantiu que o Bolsa Familia vai continuar. “Quando eu criei o Bolsa Família tinha o objetivo de redução da pobreza. Ele está contribuindo para isto? Está. Ele tem de continuar? Tem de continuar. Isto fortalece o programa para o gestão do ciclo orçamentário”, concluiu (leia aqui).

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email