PSDB embarca na capa furada de Época

Mesmo usando a palavra "pode" no título, o site do partido presidido por Aécio Neves, principal articulador do golpe, reproduz a reportagem de capa desse fim de semana da Época; revista apela ao acusar, mesmo sem provas, o ex-marido da presidente Dilma, o advogado Carlos Araújo, de ter ajudado executivos da Engevix a destravar empréstimos oficiais junto ao governo; ao 247, Araújo rebateu: "Fui surpreendido com tanta maldade. Isso é coisa de jornalismo bandido, que não tem fatos, não tem provas, e tenta forjar uma impressão negativa sobre as pessoas que querem atingir"; para o deputado tucano Caio Narcio (MG), no entanto, as denúncias são "muito graves e devem ser levadas a sério"

Mesmo usando a palavra "pode" no título, o site do partido presidido por Aécio Neves, principal articulador do golpe, reproduz a reportagem de capa desse fim de semana da Época; revista apela ao acusar, mesmo sem provas, o ex-marido da presidente Dilma, o advogado Carlos Araújo, de ter ajudado executivos da Engevix a destravar empréstimos oficiais junto ao governo; ao 247, Araújo rebateu: "Fui surpreendido com tanta maldade. Isso é coisa de jornalismo bandido, que não tem fatos, não tem provas, e tenta forjar uma impressão negativa sobre as pessoas que querem atingir"; para o deputado tucano Caio Narcio (MG), no entanto, as denúncias são "muito graves e devem ser levadas a sério"
Mesmo usando a palavra "pode" no título, o site do partido presidido por Aécio Neves, principal articulador do golpe, reproduz a reportagem de capa desse fim de semana da Época; revista apela ao acusar, mesmo sem provas, o ex-marido da presidente Dilma, o advogado Carlos Araújo, de ter ajudado executivos da Engevix a destravar empréstimos oficiais junto ao governo; ao 247, Araújo rebateu: "Fui surpreendido com tanta maldade. Isso é coisa de jornalismo bandido, que não tem fatos, não tem provas, e tenta forjar uma impressão negativa sobre as pessoas que querem atingir"; para o deputado tucano Caio Narcio (MG), no entanto, as denúncias são "muito graves e devem ser levadas a sério" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Sem limites para defender o golpe contra a presidente Dilma Rousseff, o PSDB embarcou nesta terça-feira 19 na capa furada da revista Época do último fim de semana.

A publicação da Editora Globo apela ao acusar, mesmo sem provas, o ex-marido da presidente Dilma, o advogado Carlos Araújo, de ter usado uma suposta influência no governo para ajudar executivos da Engevix a destravar empréstimos oficiais. E teria recebido R$ 200 mil por isso.

Em entrevista ao jornalista Paulo Moreira Leite, do 247, Araújo rebateu a reportagem enfaticamente: "Fui surpreendido com tanta maldade. Isso é coisa de jornalismo bandido, que não tem fatos, não tem provas, e tenta forjar uma impressão negativa sobre as pessoas que querem atingir".

O site do PSDB traz, no entanto, declarações do deputado Caio Narcio (MG) classificando as denúncias como "muito graves", que "devem ser levadas a sério". "Graças às delações o Brasil vem descobrindo esse esquema de corrupção enorme que foi montado", disse.

Além de Araújo, Dilma se manifestou por nota à revista dizendo que desconhece qualquer reunião entre Carlos Araújo e representantes da Engevix. A própria revista isenta a presidente isenta de qualquer responsabilidade. "Ressalte-se que não há indício de que a presidente saiba o que transcorreu", diz um trecho da reportagem.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247