PSOL vai reforçar pedido de cassação de Zambelli por antecipação de ação da PF

"O PSOL defende o combate à corrupção como seu DNA, mas, ao mesmo tempo, uma deputada federal saber antecipadamente e anunciar um dia antes mostra uma clara informação privilegiada e talvez uma interferência política na Polícia Federal", disse a líder do PSOL na Câmara, Fernanda Melchiona (RS)

(Foto: Pablo Valadares - Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A líder do PSOL na Câmara do Deputados, Fernanda Melchiona (RS), disse que o partido irá apresentar um acréscimo ao processo de cassação da deputada Carla Zambelli (PSL-SP) por ela ter supostamente antecipado uma operação da Polícia Federal no Rio de Janeiro. O pedido de cassação foi apresentado no dia 27 de abril. 

Nesta segunda-feira (25), Carla Zambelli disse em entrevista à Rádio Gaúcha que diversos governadores estão sob investigação da Polícia Federal. Nesta terça-feira (26), a corporação deflagrou uma operação que cumpriu mandados de busca e apreensão na residência oficial do governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), o Palácio das Laranjeiras. 

"Óbvio que defendemos a investigação sobre esses casos e essas denúncias no Rio de Janeiro. O PSOL defende o combate à corrupção como seu DNA, mas, ao mesmo tempo, uma deputada federal saber antecipadamente e anunciar um dia antes mostra uma clara informação privilegiada e talvez uma interferência política na Polícia Federal", disse Melchiona, segundo reportagem do UOL

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247