PT se solidariza com vítimas e pela paz na Colômbia

Em nota, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e secretária de Relações Internacionais, Mônica Valente, manifestaram seu apoio ao povo colombiano e convicção pelo Acordo de Paz

PT se solidariza com vítimas e pela paz na Colômbia
PT se solidariza com vítimas e pela paz na Colômbia (Foto: Reuters)

247 - Em nota, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e secretária de Relações Internacionais, Mônica Valente, manifestaram seu apoio ao povo colombiano e convicção pelo Acordo de Paz. Nesta quinta-feira 17, o governo colombiano identificou José Aldemar Rojas Rodríguez como autor de um atentado à Academia-Geral de Polícia Francisco de Paula Santander, em Bogotá, no qual pelo menos nove pessoas morreram e 54 ficaram feridas, com um carro-bomba. Leia a íntegra da nota:


Nota do PT em solidariedade às vítimas e pela paz na Colômbia

Presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, e secretária de Relações Internacionais, Mônica Valente, manifestaram seu apoio ao povo colombiano e convicção pelo Acordo de Paz


O Partido dos Trabalhadores manifesta sua solidariedade com o povo colombiano diante da escalada da violência política que redundou, nesta data, num atentado contra a Escola de Polícia Geral de Santander, que deixa mortos, feridos e um rastro de ódio que alimenta a radicalização política no país.

O PT e os governos Lula e Dilma lutaram incansavelmente pela paz na Colômbia, dilacerada por anos de violência de Estado contra o povo, suas organizações e movimentos, e contribuíram de forma decidida pelos Acordos de Paz selados ao longo do último governo de Juan Manuel Santos.

A esperança de aprofundamento desse processo foi, no entanto, travada pela decisão intransigente do novo governo de Ivan Duque, de suspender as negociações e não avançar na normalização democrática do país e da nossa região.

Assim, ao tempo em que se manifesta em solidariedade às vítimas, suas famílias e o povo colombiano neste momento de dor, o PT reafirma sua convicção de que o caminho da paz, das negociações e da democracia deve ser retomado pelo governo, pelas instituições e pelos movimentos sociais da Colômbia com amplo suporte internacional.

São Paulo, 17 de janeiro de 2019

Gleisi Hoffmann
Presidenta

Mônica Valente
Secretária de Relações Internacionais

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247