PT vai ao TSE contra irregularidades na campanha de Aécio

Às vésperas da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, o PT protocolou nesta sexta-feira, 15, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), um pedido de investigação das irregularidades identificadas na prestação de contas da campanha presidencial de Aécio Neves (PSDB) em 2014; entre os problemas apontados pelo partido estão indícios de compra de nota fiscal, uso de empresas de fachada e caixa dois; ao todo, são nove empresas com irregularidades identificadas


O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, fez declaração à imprensa, nesta sexta-feira (24/10), no Rio de Janeiro, sobre as denúncias publicadas na revista Veja.
 
Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda Brasil
O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, fez declaração à imprensa, nesta sexta-feira (24/10), no Rio de Janeiro, sobre as denúncias publicadas na revista Veja. Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda Brasil (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Partido dos Trabalhadores protocolou nesta sexta-feira, 15, junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), um pedido de investigação das irregularidades identificadas na prestação de contas da campanha presidencial de Aécio Neves (PSDB) em 2014.

Segundo informações do partido, entre os problemas encontrados estão indícios de compra de nota fiscal, uso de empresas de fachada e caixa dois. Ao todo, são nove empresas com irregularidades identificadas.

O PT pede que sejam apurados os problemas encontrados também pelo Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Secretaria Estadual de Fazenda de Minas Gerais, Secretaria da Receita Federal, Conselho de Administração de Operações Financeiras e Polícia Federal.

Clique aqui e leia na íntegra a petição. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email