Radicalismo político no Brasil é o maior entre 27 países

Brasileiros estão menos propensos a aceitar diferenças, de acordo com pesquisa Ipsos; 32% dos entrevistados acreditam que não vale a pena tentar conversar com pessoas que tenham visões políticas diferentes das suas

Radicalismo político no Brasil é o maior entre 27 países
Radicalismo político no Brasil é o maior entre 27 países (Foto: Jornalistas Livres)

247 - O nível de intolerância no Brasil não é só uma percepção. A média da polarização política no Brasil é a maior atualmente em um grupo de 27 países estudados pelo instituto Ipsos. A pesquisa foi divulgada neste domingo no jornal O Estado de S.Paulo.

Segundo o levantamento, os brasileiros estão menos propensos a aceitar diferenças: 32% dos entrevistados acreditam que não vale a pena tentar conversar com pessoas que tenham visões políticas diferentes das suas. Nesta questão, o índice ficou atrás apenas da da Índia (35%) e da África do Sul (33%).

Em outra pergunta, 40% dos brasileiros disseram que se sentem mais confortáveis junto de pessoas pensam de forma similar. O índice é de 42% levando-se em conta os 27 países. Para 31%, as pessoas que têm visão política diferente das suas não ligam de verdade para o futuro do Brasil (a média geral é 29%).

Outro índice acima da média foi o de entrevistados que concordaram com a frase "quem tem visão política diferente de mim foi enganado" – 39% no Brasil.

A pesquisa do Ipsos foi realizada com 19,7 mil entrevistados entre 16 e 64 anos nos países em que o instituto atua. Os cerca de mil brasileiros são majoritariamente pessoas de centros urbanos, com salário e nível educacional superior à média nacional, informa o jornal.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247