Raupp: denúncia contra Renan causa 'estranheza'

"Respeito o Ministério Público e o procurador Roberto Gurgel. É da natureza do Ministério Público (a denúncia), mas causou estranheza o momento. Ele fez a denúncia na véspera da eleição (para a presidência do Senado)", disse o presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp

Raupp: denúncia contra Renan causa 'estranheza'
Raupp: denúncia contra Renan causa 'estranheza' (Foto: Waldemir Barreto)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O momento escolhido pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, para denunciar o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) sobre um processo que estava em suas mãos por dois anos causou "estranheza" ao presidente do PMDB, senador Valdir Raupp. Renan é candidato à Presidência do Senado -- a eleição ocorre na sexta-feira -- e foi denunciado pelo Ministério Público por suposto uso de notas frias em prestação de contas, em caso que corre no Supremo Tribunal Federal (STF).

"Respeito o Ministério Público e o procurador Roberto Gurgel. É da natureza do Ministério Público (a denúncia), mas causou estranheza o momento. Ele fez a denúncia na véspera da eleição", disse Raupp, ressalvando: "mas, repito, tenho todo o respeito ao Ministério Público".O presidente do partido negou, contudo que haja qualquer constrangimento pelo fato de Renan, o candidato do partido à presidência do Senado, estar envolvido na denúncia.

"Não encontramos nenhuma prova de irregularidade nas acusações contra ele (Calheiros). Por ser o maior partido no Senado, o PMDB tem a prerrogativa de indicar o nome para presidir a Casa. No entanto, os senadores Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Pedro Taques (PDT-MT) pretendem disputar o cargo na eleição que acontecerá na próxima sexta-feira (01). Renan é o único nome do PMDB na disputa", resumiu Raupp. A bancada do PMDB no Senado vai se reunir na tarde da próxima quinta-feira para indicar oficialmente o nome de Renan para o cargo.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247