Reforma da Previdência vai atingir políticos, diz Temer

"Ela [a reforma] deverá atingir a todos. Essa coisa da aposentadoria de políticos já começou a ser esboçada e, evidentemente, vamos fazer equânime para atingir todos os setores. E não vamos diferenciar mais os setores", afirmou Temer em entrevista à Rádio CBN; a aposentadoria dos políticos hoje obedece a um sistema diferenciado dos demais trabalhadores

Brasília - DF 05/10/2016. Presidente Michel Temer durante cerimônia de Posse do novo Ministro de Estado do Turismo, Marx Beltrão Lima Siqueira. Foto: Beto Barata/PR
Brasília - DF 05/10/2016. Presidente Michel Temer durante cerimônia de Posse do novo Ministro de Estado do Turismo, Marx Beltrão Lima Siqueira. Foto: Beto Barata/PR (Foto: Paulo Emílio)

247 - Michel Temer disse que a Reforma da Previdência que o seu governo pretende implantar também alcançará os políticos. Segundo ele, as mudanças devem "atingir a todos". A aposentadoria dos políticos hoje obedece a um sistema diferenciado dos demais trabalhadores.

"Ela [a reforma] deverá atingir a todos. Essa coisa da aposentadoria de políticos já começou a ser esboçada e, evidentemente, vamos fazer equânime para atingir todos os setores. E não vamos diferenciar mais os setores", afirmou em entrevista à Rádio CBN. 

Segundo Temer, o objetivo do governo é criar uma regra única de aposentadoria, incluindo os trabalhadores dos setores público e privado. "Não vai haver mais distinção na previdência geral e a pública. Nós temos de igualar isso e isso é um ponto já definido", afirmou.

Deputados e senadores possuem um regime especial de previdência que segue as regas do serviço público. Eles podem se aposentar aos 60 anos de idade com 35 anos de contribuição ou podem requerer aposentadoria especial de 1/35 (um trinta e cinco avos) dos salários por ano de mandato.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247