Renan ajudou a melar a CPI do Cachoeira, diz Randolfe

Candidato do PSOL concorre contra o alagoano à presidência do Senado; grupo da oposição também pede reposicionamento do PMDB diante da denúncia do procurador-geral contra Renan

Renan ajudou a melar a CPI do Cachoeira, diz Randolfe
Renan ajudou a melar a CPI do Cachoeira, diz Randolfe
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A uma semana da votação pela presidência do Senado, o candidato do PSOL, em larga desvantagem na Casa, acusa o oponente Renan Calheiros (PMDB-AL) de articular a rejeição do relatório da CPI do Cachoeira em troca de votos.

"A rejeição do relatório foi uma obra montada nos bastidores do Congresso na madrugada que antecedeu a votação com a operação direta do senador Renan Calheiros", afirmou Randolfe Rodrigues em entrevista à Folha.

Depois de mais de oito meses de trabalhos, os parlamentares que integraram a CPI do Cachoeira rejeitaram o relatório final apresentado pelo deputado Odair Cunha (PT-MG). O documento trazia pedido de indiciamento de 29 pessoas e de responsabilização de 12. 

Renan Calheiros também é alvo de um grupo de senadores da oposição, que cobram esclarecimentos sobre denúncia encaminhada na última sexta-feira pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, ao STF (Supremo Tribunal Federal).

"Imagino que entre os 81 senadores existem aqueles que podem ser escolhidos sem maiores contestações. É uma situação nova na antevéspera da eleição e que vai exigir um reposicionamento do partido", afirmou o líder do PSDB na casa, o senador Álvaro Dias (PR).

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247